sexta-feira, junho 29, 2007

O Sol e a Peneira


Os falsos moralismos eriçam-me o pêlo!

Fico abismada com o fundamentalismo de alguns fumadores (de cigarros ditos normais... daqueles vendidos pela Tabaqueira), quando se fala de fumar um charro!

Apontam o dedo acusador “drogado/a” e, às vezes, até acrescentam um pio “coitadinho/a”!

Estamos a brincar não?? Então o cigarro que fumam gulosamente 20 e às vezes 40 vezes por dia não os faz pensar em nada?

Não posso deixar de me rir quando vejo almas a cairem de bebedas apontarem o dedo a quem fuma uma ganza... ahhh pois claro, quem fuma um charro faz imensas vergonhas, vomita, fica com voz entaramelada e frequentemente tem ataques de raiva e, por isso batem em toda a gente, os que bebem não, ficam só com um largo sorriso no rosto!!

Uns perigosos, essa malta do charro, é o que eles são!!

Finalmente não posso deixar de achar vergonhoso o que escrevem nos maços de cigarros “fumar mata”, “fumar provoca cancro”, “afecta o feto” etc etc etc... desculpem lá... mas não é licito comprar tabaco? Que merda é essa de escreverem tretas anti-tabaco para quem não quer saber, porque o vicio já lá está?

É lindo ver o Governo a governar-se com o negócio da Tabaqueira, onde 90% (+ ou -) do preço de cada maço é IMPOSTO destinado ao Estado e, depois, esse mesmo Governo andar a gastar milhões em campanhas bacocas para que não se fume!!

Vá, sejamos honestos, ou liberalizam todas as drogas ou proibem todas as drogas, agora andar aqui “a dar o ar” a tapar o sol com uma peneira é que não!



Não, não fumo!

sábado, junho 16, 2007

Balzaquiana


Com a chegada do Verão é sempre a mesma coisa, começamos a vêr o que andamos a esconder durante o Inverno!

Raios e mariscos (sim, eu sei, o Capitão Haddock diz outra coisa), uma diabba quer vestir uma saiita mais curta e lá está o presunto de fora, não pode ser! Uma camisolita mais justa? Nem pensar, olha o pneu triplo! Top’s?? Grunfff com tudo a saltar para fora? Fora de questão!

E depois há a idade! Sim, uma diabba, tem que ter noção que já não pode usar tudo o que acha giro, raios... volta Balzac, que está perdoado!!

Quando é que volta a moda das mulheres ricas em carnes?

Agora essas magrelas escanzeladas... grrrrrr... espero bem que lhes caiam os dentes da frente!!

Vou comer uma maçã. (cauda murcha mode)
P.S. Sim, eu sei... já nem balzaquiana sou... onde é que já vão os 30... grunfff grrrrr

terça-feira, junho 12, 2007

Leituras


Gosto de ler, gosto muito!
Viajo, sonho, faço feitiços, sou uma sábia sarcerdotisa, sou uma ditadora, sou tudo o que eu quiser!
Gosto de livros que me fazem viver num universo paralelo e, quase todos fazem!
As minhas últimas leituras? Querem saber? Não?? Paciência, vou dizer na mesma!!
Então cá vai:
1 – Uma trilogia fantástica (se gostam de leituras densas), de Juliet Marillier
A Filha da Floresta
O Filho das Sombras
A Filha da Profecia

Vivi numa floresta, fui uma guerreira e finalmente salvei o mundo. Tenho isto comigo, entro nos livros, sinto calor, como senti ao ler o Equardor, de Miguel Sousa Tavares, ou quase apanho uma gripe com A Filha do Capitão, de José Rodrigues dos Santos, com os pés metidos na lama gelada das trinchas! (confesso que não gostei muito de nenhum destes romances, não são o meu género, mas ambos estão muitissimo bem escritos – na minha opinião, claro)

2 – Crónicas de Nárnia, de C.S. Lewis
O sobrinho do mágico
O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa
O cavalo e o seu rapaz
O Príncipe Caspian
A viagem do caminheiro da alvorada
O trono de prata
A última batalha
Sim, sim, podem apontar o dedo “ahhh e tal uma diabba que gosta de ler livros para crianças” gosto sim e depois?? Hão-de ter muito a ver com isso!!
Só lamento que o autor não tenha explorado o filão que abriu com o primeiro livro, a ideia de ter uma infinidade de mundos para explorar é magnifica! E os desenhos? Estão fabulásticos!

3Aventuras de João sem Medo, de José Gomes Ferreira
Ok, este li (e adorei este Chora-que-logo-bebense) porque o meu diabbo mais velho me solicitou um livro “fininho” pois tinha que apresentar um trabalho a Língua Portuguesa no final do ano. E, eu leio tudo o que os diabbos-escravos lêem. Assim não me enganam, fingindo ler. Sabem que faço perguntas aleatórias, portanto não têm como me enganar! Sim, sou reles! Coitadinhos dos crocodilos... pfffff
Ahhhh e suspeito que a autora do Harry Potter, quando morou em Cascais... leu este livro!

4A Fórmula de Deus, de José Rodrigues dos Santos
Hummm... é engonhante! Gostei muito do Codex 632 e pensei que este teria a mesma velocidade, mas não, chega a um ponto em que já se vai lendo na diagonal (coisa que odeio) e, quase desisti de o ler mesmo no final, só o não fiz porque era ridiculo deixar um livro pendurado por 40 ou 50 páginas!

5O último Papa, de Luís Miguel Rocha
Desculpem-me os fãs (se o senhor os tiver), mas que grande bosta!! O homem deve pensar que escrever bem é dizer 700 vezes a mesma coisa! Escrever bem, não é escrever a metro! Estaria com um dicionário de sinónimos ao lado enquanto escrevia? Dicionário tinha de certeza, tem tanto afã de provar que sabe imenso português que usa palavras “diferentes” e que (também na minha opinião) não ficam muito bem no contexto e, a narrativa é uma mer... cof cof cof treta!

Agora vou começar a ler Ellis Peters – Crónicas do Irmão Gadfael, um frade-detective, na Idade Média.

E por aí? O que se lê?

sábado, junho 09, 2007

Vidências


Sempre que se abre um jornal ou revista, por muito credíveis que sejam aparece, sempre, por lá um ou outro anúncio de videntes, cartomantes, pais de santo e mais o raio que os parta.


Por outro lado, ouve-se (e lê-se) nas notícias que os portugueses estão endividados até às orelhas, que compram e não pagam, que fazem uma ginástica monstra para comer, que ganham 100 e devem 125, enfim nada que eu não desconfiasse.


Todavia, salta-me a tampa, quando verifico que os tais videntes engordam as suas contas bancárias de uma maneira tal que, até ando a pensar em comprar uma bola de cristal, umas cortinas com estrelas e luas amarelas em fundo azul e, dedicar-me com afinco a tão frutuosa profissão! Afinal conversa não me falta...


Alguém me explica porque é que alguém que, não tem onde cair morto(a), deve tudo o que tem (provavelmente até deve as cuecas que usa, ouvi dizer que também se compra roupa a prestações), não paga a ninguém, não se importa de gastar os pouco cêntimos que arranja nestes vigaristas??


E que conversa é essa de “prender o marido”?? Se ele não quer ficar por vontade própria, querem-no para quê?

sábado, junho 02, 2007

Crianças Indigo?


Li hoje um artigo, num jornal, acerca de um assunto que já tinha ouvido falar :
“Crianças indigo”

Tinha a ideia que tais crianças eram uma espécie de videntes, mas em versão mini.

Quando acabei de ler a notícia, mudei de opinião!

Parece-me mais uma desculpa que meia dúzia de pais iluminados optaram por utilizar, para justificar o mau comportamento, o não gostarem de regras, a má educação e a pouca destreza para os estudos, dos filhos.

não o meu filho não é pouco inteligente, é especial, não está adaptado a este mundo, é uma criança indigo, é rebelde e resiste à autoridade, porque é um ser luminoso com uma aura que o mundo ainda não está preparado para ver”

Bem... as coisas que eu leio!!

Informo que, vendo as coisas por este prisma, a minha vida nos últimos anos é um cruzar permanente com adultos indigo (as crianças indigo crescem, não?)

É vê-los, com pouco instrução, desadaptados do mundo que os rodeia, a resistirem a qualquer tipo de autoridade, todos no banco dos arguidos, ou então espalhados pelos EP’s nacionais!

Mas isto devo ser eu que, sou bastante míope, portanto vêr auras em gente que é (tendo em conta a postura de vida e na vida) Indigo, francamente não vejo!

EP = Estabelecimento Prisional

Plágio encapotado. Ler post de 10.Abril.2011.