terça-feira, março 25, 2008

"Sexo...

... e se eu fizesse uma boa, selvagem e libertadora sessão de sexo, aqui com esta maluca que está mesmo ao meu lado?”, isto foi o que pensou uma certa minhoca na Era Neoproterozóica, e assim surgiu o sexo, tal qual como se conhece hoje!

Segundo a paleontóloga da Universidade da California Riverside, Mary Droser, que encontrou fósseis da minhoca «Funisia dorothea» no deserto no sul da Austrália, a tarada da minhoca já usava estratégias similares às usadas actualmente pelos animais para se reproduzir e crescer.

Bem... eu nem sei como é que consegui sobreviver sem esta informação, tem uma relevância do caraças!! (ou não, ou não)

sexta-feira, março 21, 2008

Este Blog

... caga no novo Acordo Ortográfico.




Foto tirada do rafeiroperfumado e com quem estou, inteiramente, de acordo.

segunda-feira, março 17, 2008

Gula...


Um urso foi julgado à revelia (!!) na Macedónia, porque, sendo um urso, gosta de mel! Ok o crime não foi o urso gostar de mel, senão meio planeta estava atrás das grades, o problema foi o mel ter dono.

Assim, um apicultor, tentou durante um ano dissuadir o urso do cometimento de crimes, usando diversas estratégias como “utilizar um gerador que iluminava as colmeias durante a noite”, “tocar músicas folclóricas sérvias com percussão acentuada”, mas o urso revelou-se cego e surdo, tal era a gula!

Todavia parece que, tal como cá, o urso selvagem é tido como “res nulius” (não é de ninguém), e o Tribunal, no alto da sua sapiência costumeira, condenou o estado a indemnizar o tal apicultor.

Mas aqui é que reside a minha dúvida, o mel era das abelhas, as abelhas não têm dono, tb são “res nulius”, podem é viver em colmeias, mas ninguém as pode impedir de se irem embora se quiserem, só que, como lhes dão casa e comida de borla, deixam-se estar nos condomínios fechados, que os apicultores (essas almas caridosas) lhes arranjam. Assim, o urso roubou o mel às abelhas e não ao apilcultor, logo ele (o apicultor) não detinha o direito de queixa, por falta de legitimidade.

Porque raio é que o Estado teve que pagar 3.500€ ao apicultor e não o mesmo valor, em mel, às abelhas?? Elas que passaram noites mal dormidas, com medo do urso assaltante e com olheiras até às patas, por causa da iluminação nocturna!

Ninguém pensou nelas, foi?

E também convinha, que o urso frequentasse um programa de reabilitação, ensinando-o a ir ao supermercado, comprar o mel de que tanto gosta!

segunda-feira, março 10, 2008

Ai a cumbersa...

Então não descubro que um autarca francês proibiu os habitantes do seu município de morrer?

E como é que eu me governo hã? Olha se a moda pega
“ninguém morre, ou enfrentam as consequências!”

Gerard Lalanne, autarca do município de Sarpourenx, uma vila no sudoeste de França, não encontrou nada melhor para dizer do que comunicar à malta que
«todas as pessoas que não possuem um lote no cemitério e gostariam de ser enterradas em Sarpourenx estão proibidas de morrer nesta paróquia. Os transgressores serão severamente punidos»

Estou preocupada, este autarca parece-me ser dos duros.

Por outro lado, estou em pulgas, para saber qual será a punição para os que se atreverem a morrer, desobedecendo, clamorosamente, à ordem recebida.

Cá para mim o Lalanne mata-os 2ª vez, só para aprenderem a obedecer... mas mata-os devagarinho! Hehehehehe

domingo, março 02, 2008

Ainda não é este...


Mamã, tenho um namorado!
Eu: Ah sim filha? Como é que ele se chama?
É o Pipas.
(silêncio)
Eu: Pipas? Não conheço, é da tua sala?
Não mamã, é da sala da Gi
Eu: ahhh tenho que o ir conhecer.
Ela
(dando uma gargalhada): Oh mamã, não te preocupes, não é para casar!

Ai a minha vida, a diabbita faz 4 anos amanhã e já tenho que me preocupar com marmanjos arrastadores de asa?? Tenho que ter uma conversinha com o Pipas, ai tenho tenho...
Plágio encapotado. Ler post de 10.Abril.2011.