sexta-feira, agosto 31, 2007

Isto é um assalto!

os vibradores e as suas utilidades
Parece que um inglês, surripiou o vibrador que a namorada usava quando ele estava ausente (e se calhar quando tb estava presente) e transformou-o em arma!

Meteu o dito num saco de plástico e vai de fazer um assalto, conseguiu sacar 600£ numa loja, porque a rapariga que o atendeu, se sentiu verdadeiramente ameaçada!

Claro que o Jex (nome do assaltante, não do vibrador) pediu perdão pelo assalto (provavelmente pensando que teria efectuado o assalto, com a sua “arma” natural mas, ele mesmo foi assaltado por uma flacidez momentânea) e pelo susto que pregou à mocinha.

E com esta bricadeira de pila-falsa o Jex vai 5 (CINCO) anos para o xilindró, é que a susto pregado pela pila-de-plástico, foi considerado igual ao susto que uma caçadeira de canos serrados pregaria!

Conselho: JEX, leva o "massajador facial" contigo, pode ter utilidades que nem calculas...

quinta-feira, agosto 30, 2007

Trabalho


Socorro, ando a reacender o Inferno, estou a trabalhar há 3 dias e já não posso ver isto!!!
Com quem é que tem que se falar para na próxima reencarnação eu nascer rica?? Também aceito nascer numa tribo onde eu seja a chefe!
Grunfffffffff... grrrrrrrrrrrr (rosnando e espumando enxofre)

terça-feira, agosto 28, 2007

27.Agosto


Ai ai, devia ter sido ontem, mas não consegui, primeiro dia de trabalho depois de férias é dose!
beijos sulfurosos
Obrigada Famosa , pela lembradura.

quinta-feira, agosto 23, 2007

Não há como negar!


Agora que já vos seduzi e estão para aí a babar-se a olharem para o Angel (tb conhecido como Gabriel) um puro bosquedanoruega , passo a transcrever um texto de Millôr Fernandes, um senhor que descobri há uns dias e que muito me tem divertido.
Digam lá que ele não tem razão...

“O nível de stress de uma pessoa é inversamente proporcional à quantidade de "foda-se!" que ela diz.
Existe algo mais libertário do que o conceito do "foda-se!"?
O "foda-se!" aumenta a minha auto-estima, torna-me uma pessoa melhor.
Reorganiza as coisas. Liberta-me.
"Não quer sair comigo?! - então, foda-se!"
"Vai querer mesmo decidir essa merda sozinho(a)?! - então,
foda-se!"
O direito ao "foda-se!" deveria estar assegurado na Constituição.
Os palavrões não nasceram por acaso. São recursos extremamente válidos e criativos para dotar o nosso vocabulário de expressões que traduzem com a maior fidelidade os nossos mais fortes e genuínos sentimentos. É o povo a fazer a sua língua. Como o Latim Vulgar, será esse Português Vulgar que vingará plenamente um dia.
"Comó caralho", por exemplo. Que expressão traduz melhor a ideia de muita quantidade que "comó caralho"?
"Comó caralho" tende para o infinito, é quase uma expressão matemática.
A Via Láctea tem estrelas comó caralho!
O Sol está quente comó caralho!
O universo é antigo comó caralho!
Eu gosto do meu clube comó caralho!
O gajo é parvo comó caralho!
Entendes?
No género do "comó caralho", mas, no caso, expressando a mais absoluta negação, está o famoso "nem que te fodas!".
Nem o "Não, não e não!" e tão pouco o nada eficaz e já sem nenhuma credibilidade "Não, nem pensar!" o substituem.
O "nem que te fodas!" é irretorquível e liquida o assunto.
Liberta-te, com a consciência tranquila, para outras actividades de maior interesse na tua vida.
Aquele filho pintelho de 17 anos atormenta-te pedindo o carro para ir surfar na praia? Não percas tempo nem paciência. Solta logo um definitivo:
"Huguinho, presta atenção, filho querido, nem que te fodas!".O impertinente aprende logo a lição e vai para o Centro
Comercial encontrar-se com os amigos, sem qualquer problema,e tu fechas os olhos e voltas a curtir o CD (...)
Há outros palavrões igualmente clássicos.
Pense na sonoridade de um "Puta que pariu!", ou o seu correlativo "Pu-ta-que-o-pa-riu!", falado assim, cadenciadamente, sílaba por sílaba.
Diante de uma notícia irritante, qualquer "puta-que-o-pariu!", dito assim, põe-te outra vez nos eixos.
Os teus neurónios têm o devido tempo e clima para se reorganizarem e encontrarem a atitude que te permitirá dar um merecido troco ou livrares-te de maiores dores de cabeça.
E o que dizer do nosso famoso "vai levar no cu!"? E a suamaravilhosa e reforçadora derivação "vai levar no olho do cu!"? Já imaginaste o bem que alguém faz a si próprio e aos seus quando, passado o limite do suportável, se dirige ao canalha deseu interlocutor e solta:
"Chega! Vai levar no olho do cu!"?
Pronto, tu retomaste as rédeas da tua vida, a tua auto-estima. Desabotoas a camisa e sais à rua, vento batendo na face, olhar firme, cabeça erguida, um delicioso sorriso de vitória e renovado amor-íntimo nos lábios.
E seria tremendamente injusto não registar aqui a expressão de maior poder de definição do Português Vulgar: "Fodeu-se!". E a sua derivação, mais avassaladora ainda: "Já se fodeu!".
Conheces definição mais exacta, pungente e arrasadora para uma situação que atingiu o grau máximo imaginável de ameaçadora complicação?
Expressão, inclusivé, que uma vez proferida insere o seu autor num providencial contexto interior de alerta e auto-defesa. Algo assim como quando estás a sem documentos do carro, sem carta de condução e ouves uma sirene de polícia atrás de ti a mandar-te parar. O que dizes? "Já me fodi!" Ou quando te apercebes que és de um país em que quase nada funciona, o desemprego não baixa, os impostos são altos, a saúde, a educação e … a justiça são de baixa qualidade, os empresários são de pouca qualidade e procuram o lucro fácil e em pouco tempo, as reformas têm que baixar, o tempo para a desejada reforma tem que aumentar … tu pensas “Já me fodi!”
Então:
Liberdade,
Igualdade,
Fraternidade
e
foda-se!!!
Mas não desespere:
Este país … ainda vai ser “um país do caralho!”
Atente no que lhe digo!”

terça-feira, agosto 21, 2007

Vamos passear?


Quem não gosta de passear por um belo jardim?

Observar os passarinhos e as passarinhas, as abelhinhas e os abelhinhos, saltar de nenufar em nenufar, trá-lá-lá...

Pois podem!! E mais até o podem fazer sem roupa!! Sim que todos sabemos como as roupas nos atrapalham a maior parte das vezes, o mundo seria melhor se andassemos nús! (hihihihihi)

No condado de Wiltshire, no sudoeste da Inglaterra, existe um jardim onde, se quiserem, podem passear nús! E, também encontrarão mais gente sem roupa!

Vão ver: http://www.abbeyhousegardens.co.uk/, parece que o próximo dia de “roupas opcionais” está marcado para 9 de Setembro/2007.

Eu se fosse a vocês aproveitava agora, porque o Inverno vem aí e, o Inverno inglês não é para brincadeiras, correm o risco de ficarem embaraçados, por algumas “pendurezas” deixarem de ser ver!!

Pedido de receita


Constou-me que, uma certa receita não tinha sido fornecida porque "ai e tal... ng me pediu"!!
Há almas com lata!! Era preciso era?? não se via logo??
Foi preciso pedirem a receita da torta?? sua sua... grrrrrr desastrada/ *
* eu queria escrever CANGALHEIRA, mas o coiso não deu, dizia que não achava a página... grrrr tudo contra mim, tudo contra mim... grunffff (dando pontapés em carvões e almas que me passam pela frente)

sábado, agosto 18, 2007

Duas caras

Não gosto de almas com duas caras, devem ter o sonho de um dia chegarem a Hollywood, tal é o tempo que perdem, a representar que são boas pessoas, quando na verdade, basta que viremos as costas, para desatarem num chorrilho de maledicência.

Não tenho mesmo paciência. Não me façam perder tempo!

segunda-feira, agosto 13, 2007

Reencarnação


Está provado que o Governo chinês acredita na reencarnação!
Tanto isto é verdade que, tal (des)Governo até legislou sobre o assunto!

Segundo o The Times, o Departamento de Assuntos Religiosos de Pequim (upa upa, faz sombra a qualquer Ministério ou Secretaria de Estado, tuga, criado para fazer de um amigo Ministro ou Secretário) mandou cá para fora um Decreto que visa inviabilizar a sucessão do lider espiritual tibetano (Dalai Lama).

Assim “a chamada reencarnação do Buda vivente é ilegal e inválida sem a aprovação do Governo”. Mais nada!!! Qué lá isso de permitir que os espiritos encarnem por aí sem autorização? Quem manda afinal?

É que já estou mesmo a ver, os espiritos em fila-indiana, prontinhos para reencarnar, mas antes, todos a consultarem os Decretos governamentais de todos os países, não vá ser proibido fazê-lo no país da sua escolha!!

O problema põe-se é se o espirito, imbuído de alguma malignidade, encarna num país onde a legislação é omissa e depois emigra para o tal país onde é proibida tal veleidade.

O Governo Chinês deve ter em conta tal possibilidade e, para prevenir o melhor é proibir qualquer entrada de estrangeiros no país e, já agora, proibir tb a saida dos seus nacionais, não vá o espirito reencarnante ser do contra e arrefinfar-se numa qualquer alma nacional e depois, auto exilar-se ficando eles sem hipóteses de o apanhar!

sexta-feira, agosto 10, 2007

O chá


Estou a ficar velhota! Só me falta começar a fazer coturnos para os netos!

“Quero chá”

Não é que fui ao mundo das almas vivas e saiu-me um pedido destes?

Então? Por onde anda o absinto puro?? Aquele que me fez crescer o lindo pelâme que ostento?? (e que por este andar deve estar quase quase a cair, vou ficar careca, chuifff chuifff), CHÁ?? (ar abatido)

É que só falta trocar receitas de bolos, tortas e sei lá (divagando) levar até umas amostritas (amostritas foi o que eu vi, somíticas!!) para provar!!

Pior é a lata... entrar num bar que até tem bom ar (ao ar livre) e sacar dos tupperware para trocar calorias!! Uma vergonha!!

Talvez um dia destes, uma levar francesinhas, outra as bjecas, outra uns brigadeiros e a outra um bolo de chocolate, seja uma meta a atingir, não??!!

Copos, pratos e talheres?? Ahhh os gajos do restaurante escolhido que forneçam, têm lá tantos...

sábado, agosto 04, 2007

O peru


Situação:
No quarto, olhando para o papá-diabbo, todo nú.

Diabba-filha - Mamã, o papá não tem passarinho!
Diabba-mamã (brincando) – Pois não, filha, tem um peru!

Situação:
No talho. Diabba filha a tentar identificar tudo o que está na montra frigorífica.

Diabba-filha – Mamã, o que é aquilo? (apontando para uma enorme perna de peru)
Diabba-mamã – É uma perna de frango gigante!

Qué que foi? Sou uma diabba antiga, não vou explicar à criatura o nome técnico das coisas... pfff ainda se fossem nomes engraçados, mas não são! Grunffff

Plágio encapotado. Ler post de 10.Abril.2011.