sábado, outubro 27, 2007

Música

Tendo uma diabbita-minorca tive que reaprender algumas músicas que já moravam muito longe da minha memória.

Desculpem, mas é de mim ou, as letras de algumas músicas são completamente parvas?

Uma música ícone da minha longínqua infância era “atirei o pau ao gato”, mas que isto? Então, cantando com alegria, incentiva-se a violência e ainda se espera a morte do bicho?

Achei mal, alterei a letra!

Ficou:

“Atirei um bolo ao gato, to to
Mas o gato, to to
Não comeu, eu eu
D. Chica assustou-se, se se
E o gato emagreceu, eu eu”

Desculpem a falta de modéstia, mas ficou muito melhor! Pena é que, nas escolas, continuem a cantar a tradicional...

Nota: Só canto na presença da diabbita-minorca, porque, como me ama desmesuradamente, até acha que canto bem, é tão fofa!

Nota2: Foto surripiada
daqui

34 comentários:

Teté disse...

Podes não cantar grande coisa, mas que tens jeito para alterar letras de canções infantis, lá isso...

Jinhos aí para o teu inferno!

Teresa disse...

Atiraste o pau, o bolo, seja lá o que for... À GIRAFA!!! GIRAFA!
Estou a ver que começa a ser urgente pôr um certo post na Gota!

Melões Melodia disse...

Se quiseres mando-te um livro com musiquinhas para criancas. A minha irma publicou um com letras muito decentes. E so dizeres e ofereco-te um.
Beijos

Allie disse...

Já alguém tinha analisado algumas cantigas da nossa infância, chegando à conclusão que a maioria incita à violência para com animais e pessoas. Felizmente, eu só gostava de as cantar, nem percebia o que dizia!!

Thunderlady disse...

Olá, passei aqui pela primeira vez e já me ri com esta constatação... conheço uma outra versão, bastante engraçada também, que á a do Jafo. Mas se calhar convém a Diabbita ser mais crescida para lhe ensinar ;)

Teresa disse...

Ó Coveiro, atão e cá a je?
Não há um exemplar para mim?

Melões Melodia disse...

Teresa - se estas interessada, tambem se pode arranjar.
Beijos

Olha, olha, a Thunderlady tambem se lembra do jafo...hihihi

Para sempre, Maria disse...

Eu ando a trabalhar na letra da música dos patinhos da 2. Aquilo pede mesmo uma versão obscena...Pede, pede!
beijo

ariba disse...

A minha sobrinha aprendeu no infantário há alguns anos uma adaptação do estilo da tua mas ainda mais directa:

Não se atira o pau ao gato-to
Porque isso-so é muito mau-au-au
Os gatinhos são
nossos amigos
Não devemos maltratar os animais

A métrica não é grande coisa, mas gostei da mensagem e da atitude da educadora!

Beijinhos

Alexandre disse...

Tenho a certeza que cantas muito melhor que muitos dos que passam pela s nossas prezadas TVs.

Beijokas sortidas!

AEnima disse...

Nao sei porque, sempre achei que a musica do atirei o pau ao gato fazia parte de uma peca de teatro maior... e que nos so estavamos a ver um bocadinho...

E' como aquela da mulher com os olhos cor de ervilha (que a minha irma nao sabia dizer direito e dizia ebrilha), tambem sempre achei que era uma peca de teatro e so cantavamos um bocadinho... Invencoes de crianca!

Melões Melodia disse...

Era a mulher com os olhos cor de ervilha ou a girafa?
Nao era uma velha que morava numa ilha, que tinha uma girafa com os olhos cor de ervilha... ou nao e essa?

Azul disse...

Linda Diabba,

Não sei se alguma vez já reparaste, mas a maior parte das músicas para crianças, são exactamente assim: violentas.
Confesso que só me começei a aperceber disso quando, no ano passado, durante a festa de natal dos meus azulinhos , eles entoaram, ensaiados pela exemplar educadora, o pau ao gato, doutra maneira:
" eu não atirei o pau ao gato,
porque o gato não é mau..." e poor aí fora.
Fiquei surpreendida, e no final do espectáculo fui poessoalmente cumprimentá-la por ter quebrado a regra de as canções para a miudagem serem sempre violentas.
E são mesmo todas.

AEnima disse...

Meloes... nao me lembro se morava numa ilha.. mas nao era uma girafa! Agora que me deste a ideia, acho que era o gato que tinha os olhos cor de "ebrilha" :)

Pipokka disse...

nao sei se ficou mto melhor... lololol não queres dar mais um jeitinho??

Jokinhas

Gata Verde disse...

Bravo Diabinha!!!
Até que enfim que nos defendem...coitados de nós,gatos!

(Adorava laurear o tempo todo,mas não dá...ainda não encontrei um gatão milionário...)

Boa semana para ti e para a tua diabbita.

Alien David Sousa disse...

Venenosa, nunca te pensei capaz de tamanho gesto humanitário. UAU! Estou parva. Tenho de te aplaudir...mas só desta vez

Beijinhos

Van Dog disse...

É verdade que a letra é um absurdo. E todos nos lembramos dela...

o_cao_que_morde disse...

Eu também não gosto
Mas tenho 2 pestes em casa que também tem a mania de cantar essa musica
Mas a idades deles são 2 e 4 anos ainda não dá para explicar muito bem

Vício disse...

e conheces a versão do atirei o pau ao jafo?

Melões Melodia disse...

Aenima - GIRAFA!!! (ca para noa e gato mas Messy nao nos ouve)

mãe de dois disse...

Os meus filhos também aprenderam outra versão na escola:
Não atires o pau ao gato-to
Porque o gato-to
é teu amigo-go
Os animais
São nossos amigo-gos
Não devemos
Não devemos maltratar

E por mais incrível que pareça acaba da mesma maneira com o gato a miar.

Mas se a letra desta parte da música era ridícula, a segunda era bem pior: porque raio a d.Chica estava sentada na chaminé???

Miudaaa disse...

Eu que ainda sou miudaaa, posso aplaudir a DDiaba, letrista...!!!

O gato nao quis o Bolo, porque da última vez que o comeu, caíu-lhe o pêlo... hihihi.

Sobre as letras das canções das crianças, cá para mim, deve ser a tentativa feita pelos autores para balançear as historias cor de rosa, com um THE END sempreee a pestanejar. Só pode.

Bjs

Marta disse...

Achei o maximo a letra, só acho que atranjaste um gato estupido! Então o gajo não come bolos?

ehhhh

beijo

Eskisito disse...

Uma Diabba a cantar deve ser mesmo um espectáculo. Mas a cantar isso deve ser bem deprimentezinho...hehehe
Beijos mamã babada.

Belzebu disse...

Estou mesmo a ver! A Diabba a atirar bolos-rei ao gato, duros, do ano passado, daqueles que nem o sr.presidente cospe.

Ora toma lá juízo e deixa a criancinha diabba, brincar com a bicheza como tu sempre fizeste! Agora armada em protectora, não?

ehehe!! Aquele abraço infernal!

Minerva McGonagall disse...

lololol!

Isto sim é uma letra genial, não apenas porque é amiga dos animais, mas também porque revela uma preocupação com a anorexia!!!

;)

jota disse...

ola, conheci o teu estaminé atraves do "geraçao tasca", onde ate faço uma referencia à tua personagem e decidi visitar-te.

O teu espaço, está bem construido e havia tanto a dizer M/BCP/BPI?

Talvez um dia falemos sobre isso,
fika bem

Topo de Gama disse...

Falta de modestia??? Desnecessario! Fica muito melhor e ensina aos miudos a importancia de uma bela refeiçao!!! E tambem a arte de emagrecer por deixar de comer :D

So educaçao!!!

beijocas :D

Mulheka disse...

Coitadita da S. pequena lol. Vê lá se a miuda nao fica com problemas nos ouvidos :p

Bongop disse...

Então.... :
Tão Ba-la-lão
Cabeça de cão
Orelhas de gato
Não tem coração

Mas o kéké isto !!!! É barbaro, estão a querer fazer um cozido à portuguesa mas com ingredientes diferentes ???

Rita disse...

Adorei!!! Eu própria já pensei muitas vezes na crueldade da letra e até já me recusei a cantar a mesma. Também já adaptei algumas canções à minha vida familiar e ficaram bem giras (como a da Barata e a das Galinhas - que começava com doida doida doida anda a mamã).
A parte mais engraçada do atirei o pau ao gato é na segunda parte a minha filha terminar assim (a plenos pulmões):
- Pulga maldita, batata frita, vivó Benficaaaaaa.
Jokas

Diabba disse...

Teté,
Achas que tenho futuro como letrista? Isso dá €€ ??

Teresa,
Coitadinha da girafa, não sei mas parece-me que ela tb não deve gostar do pau, podemos atirar-lhe com salsa?

Melões,
Carissimo Coveiro (pondo um ar muito composto), V.Exª já deve saber que, se é para receber livros esta caverna está sempre aberta.
Assim, queira fazer o envio para a Rua das Almas, Caverna Principal – Mephistoland.
Com os meus respeitos cumprimentos,
Mephista Anacleta

Allie,
Podemos juntar-nos e refazer essas letras maradas todas e, com sorte, ainda ganhamos uns trocos, que te parece?

Thunderlady,
Raios, depois de ler os comentários todos, verifico que muita gente conhece esse tal “Jafo”, eu nunca ouvi falar!! Podes sempre enviar-me a letra para o meu mail, eu prometo que a não canto à diabbita!

Teresa2,
Não podes ver nada, pois não?

Melões2,
Mas o autografado é para mim!!

Maria,
Queres ajuda? É que se é para estragar o que está feito, eu alinho!!

Ariba,
Hummmm podiam ter feito a letra rimar não? É sabido que as crianças fixam melhor se for em lenga-lenga.

Alex (ex-diospiro),
Ahahahahahahaha, tu nunca me ouviste cantar, nem nunca ouvirás!! Só mesmo a diabbita para gostar, deve ser o amor de filha que lhe tolda a audição! ;)

Aenima,
Tudo faz parte duma peça de teatro maior, até nós!
Mas não conheço essa musica da “ebrilha”... mas tb ao que eu percebo de musica... uiiii

Melões3,
Não seria mais fácil a velha ter um gato?? (gargalhada) Já viste a altura que a casa tinha que ter para abrigar a girafa?

Azul,
Bora a mudar mentalidades e músicas deste calibre?

Aenima2,
Shiuuuuu olha a T. se calhar era um caracol com olhos “ebrilhantes”

Pipokka,
Posso dar, tiro o bolo e ponho peixe, sempre fica mais saudável! ;)

Tareca Rafeira,
Não se esqueçam de, quando forem laurear para a Isla Mágica, nós tb vamos!!

Extraterrestra,
Tu estás a elogiar-me?? E aplaudes?? Hummmm isso é mesmo para mim? Não te enganaste no post?

VD,
As letras modernas já são mais engraçadas, mas as antigas... caramba que imaginação estranha tinha aquela gente!

Cão,
Insistindo eles acabam por aderir à nova versão!

Bício,
Não, mas podias po-la no teu cantante para eu ouvir...

Melões4,
Ahhhhhhhhhh eu bem me parecia que tu eras um falso... afinal é gato!! Ohhh Teresaaaaaaa eles atiram paus a gatos!!!! (piando tudo mode)

Mãe de 2,
A D. Xica estava sentada na chaminé?? Pensei que era perto da dita... mas agora pensando bem... a letra original é mmo estupida!!

Chavalaaa,
Olha que boa ideia, agora para me vingar vou alterar os finais felizes das histórias, morre toda a gente!

Marta,
O bolo não tinha sido feito por tu-sabes-quem... era um queque ranhoso de há 4 dias!

Eskisito,
Eu devia era ter lata para te cantar ao ouvido... O teu conceito de “espectáculo” mudaria para sempre!! Hehehehehe

Belz,
Shiuuuuuuuuu ng sabe que o bolo era de gesso, estou aqui a fazer uma magnifica figura, a conquistar todas estas almas e vens tu estragar-me o negócio??

Minerva,
Hehehehe confesso que não fui tão longe, qual anorexia? Escolhi aquela palavra porque rimava! :D
J,
Personagem? Eu existo mesmo!!
Quanto ao espaço bem construido, obrigado, foi uma escrava (hehe, obrigado Mulheka) que tratou disso!

Topo,
Uhhhhh as coisas que eu faço sem saber! Eu só não gosto da letra original! Bem-vindo gajo, tu deves estar apaixonado não?? Pelo desaparecimento parece...

Mulheka,
Eu canto baixinho! E ela gosta da minha voz, tu tens é inveja!!

Bongop,
Marido, essa música é absolutamente parva! Ainda bem que cá na caverna não aderimos a essas coisas pré-feitas!

Rita,
Hummmm a tua filha só peca pela escolha do clube! (gargalhadas)

Gemini disse...

Acho que a Diabba anda muito boazinha... Eu mudava a música piorando:
- Peguei fogo ao gato...
;)
beijos ardentes gata

Plágio encapotado. Ler post de 10.Abril.2011.