quinta-feira, abril 09, 2009

Noite da asneira


sou uma santinha...

A srª D. Flor está aqui está a morar na varanda!! Grunff

Pata ante pata, no Domingo passado, ao início da noite, foi à cozinha e comeu metade do bolo de chocolate, ainda quentinho. Foi perdoada, o bolo estava a pedi-las, afinal aquele cheirinho até fazia cócegas no nariz.

Mas
(bem feito) fez-lhe mal deu-lhe a volta à barriga e de noite foi um ver-se-te-avias a fazer asneiras. Grrrrr

A saber:

1 – xixizou no corredor.
(onde meti a pata, ainda estremunhada pelo sono, às 6:30h da matina)
2 – cocozou em vários sítios na sala. (onde também meti a pata, pois ainda estava escuro, e o interruptor da luz estava entre mim e os muitos cocós)
3 – Barbie1 mutilada, mãos decepadas, crise de alopécia grave, antes do decepamento da cabeça.
4 – Barbie2 mutilada, uma perna comida até ao joelho, a outra perna estava toda mastigada.
5 – Sandália
(em pele) da diabbita-minorca, transformada em chinelo, toda a parte de trás desapareceu.
6 – o MAIS IMPORTANTE, o Texturas
(gato peluche) ficou com o focinho em frangalhos... era o boneco de dormir da diabbita-minorca. Raios. Tenho que o arranjar, não sei como, mas tenho!

E depois esta falsa, cheia de dentes, ainda se põe com ar de vítima, mal me viu deitou-se de imediato com aquele ar de “
pronto, podes bater-me, pela tua cara devo ter feito asneira grossa” grrrrrr

O diabbo-marido diz que a culpa foi do bolo, o quente deu-lhe a volta à tripa, e o chocolate “é um excitante”.

E qué que eu tenho a ver com isso?? Grunfff, eu é que limpo! Ai o catano da cadela.

Mental note: Nunca, mas NUNCA, deixar a Flor provar café, ainda come a caverna!

Post agendado

15 comentários:

Sun Iou Miou disse...

O chocolate é tóxico para os cães. Da próxima vez não deixes tentações diabólicas ao seu alcance.

Pedro disse...

Que doida! Agora imagina se tivessem sido bolachinhas caseiras...

Mad disse...

A culpa não é dela, é TUA (eheheh) porque deixaste o bolo à pata de semear! Tadinha. E a/o Sun tem razão, foi uma sorte não lhe ter feito mal.

A Lola comeu uma cama de espuma inteirinha e depois espalhou-a pela casa...

:))) Boa Páscoa!

Su disse...

LOL! Conheço uma que comeu um cobertor inteiro! Acabou na sala de operações, de barriga aberta, numa cena digna do "Hospital dos Animais"!

Su disse...

LOL! Conheço uma que comeu um cobertor inteiro! Acabou na sala de operações, de barriga aberta, numa cena digna do "Hospital dos Animais"!

DANTE disse...

O primeiro ano é assim mesmo ó enxofrada. A minha roeu tudo o que era tapetes , a porta da sala , a mesa da sala , as cadeiras da sala , os puxadores todos dos móveis da sala , as ombreiras da porta , para não falar das vezes em que a carne a descongelar para a refeição foi devorada por aqueles dentes , o rolo de papel higienico estendido pela casa toda , os xixis de alegria , as noites de birra , as dentadas noutros cães , os banhos no bebedouro (como se ela lá coubesse) , a comida levada na boca para comer confortavelmente em cima do sofá...etc etc etc.
È preciso paciência ainda que ás vezes a possamos perder momentaneamente.
Resumindo...livra-te de a confinares á varanda!!!! ;P

Beijo :)

Rafeiro Perfumado disse...

A tua descrição parece tirada do guião do filme "O Tubarão". Tens a certeza que isso é uma cadela? ;)

Beijocas!

vício disse...

não era preciso castiga-la dessa maneira!
de certeza que o diabbo-marido te vai oferecer uma barbie nova!

Teté disse...

Ui, tenho impressão que arranjaste aí uma "santinha" para velar por ti: primeiro impediu-te de comer o bolo de chocolate e depois ainda te pôs a fazer exercício?! 'Tá bem que exagerou um bocadito, mas a intenção era boa... :)

Beijocas (sem enxofre, que de odores já deves estar servida)!

Gata Verde disse...

Estás bem arranjada!!
Tadinha da diabbinha, deve ter chorado tanto...

beijocas e coragem para as próximas travessuras!! ;)

refemdabd disse...

A Flor faz jus à Caverna: é um diabrete.
Já não tem emenda! Está-lhe nos genes. Tens que adaptar a Caverna a ela, pois ela poderá não se adaptar à Caverna. É assim. Já tive alguns canídeos e um era o mafarrico em forma de cão (grande companheiro, tenho muitas saudades do Tobias). Não se lhe podia dar abébias; qualquer que fosse, ele aproveitava. Só se emendou depois de velhote, já com 13 anos, mesmo assim, até aos fatidicos 16 ainda fez algumas "gracinhas".

tronxa disse...

ja pensaste bem k podes ter um genop da ciencia em casa...?

a flor pode estar a criar um frankenstein em versao boneco... nao tens espirito compreensivo para a capacidade imaginativa canina...

bjnhsssssssssssssss

bluefox disse...

Tens sorte! Tive uma que me comeu o interior do carro, e sem café lol. Pensei que o Maridão ia ter um xiliquito (o carro era dele lol), mas só lhe deu o xilique mestre quando viu a conta.
Mas tens que ter cuidado pq os doçes sao muito maus para eles.
Beijinhos

Alien David Sousa disse...

LooooooooooooooooooooooL
Grande FLOR! Alguém para te fazer a vida num inferno sua venenosa. Só tenho pena do "gato" da diabinha minorca, de resto...limpa, limpa, limpa que dá saúde! ;)

Beijinhos diabinha cor de labareda
p.s manda aí o resto do bolo

Patrícia disse...

Ai... os bebés dão muito trabalho, seja qual for a espécie... :P

O meu gato (tenho 4 gatas e 1 gato), no 1.º ano de vida, recusava-se a ir à caixa de areia ou à terra, e fazia chichi e cocó no bidé, atrás do móvel da tv (numa casa minúscula, sem espaço para manobras com móveis, era mesmo muito difícil limpar), debaixo da minha cama (durante a noite, acordava a ouvir o som das unhas dele a "fazer cova" na tijoleira... Enfim...), etc.

Beijocas

Plágio encapotado. Ler post de 10.Abril.2011.