terça-feira, setembro 15, 2009

Zulmira, a traficante!


Houve um dia que, com a diabba-amiga que me acompanhou nas férias, decidimos percorrer o Cidade do Dragon a calcantes. Cum catano aquilo é que foi corda aos bitorinos, devemos ter andado uns 20kms, ou mais!! À noite nem podia por as patas no chão!

Nessa deambulação, passamos pela antiga Cadeia da Relação (onde o Camilo esteve recluso, pelo crime de adultério), agora é o museu da fotografia, ou algo que o valha...
Ok, edificio recuperado é melhor que edifício histórico abandonado aos ratos, mas... era preciso terem arrancado as grades, do lado de dentro das enxovias, assim duma forma tão mutilante?? As grades davam alma ao lugar, oh estafermos que procederam à recuperação da Cadeia! A Cadeia perdeu a alma.

Só a cela onde estava o boletim de identificação da Zulmira é que estava sem grandes invenções restauradoras, essa sala tinha alma!

Ahhh o tráfico, essa coisa maligna da droga é mesmo uma coisa recente não é?? A Zulmira, essa chavala modernaça, de 13 anos, foi presa, (qual é uma criancinha, qual quê) por "venda de soporíferos - fabricação clandestina"...

Nota: Porque fotografei a ficha da Zulmira? Porque se chamava Zulmira... :D

10 comentários:

Bongop disse...

Em 1903 eles sabiam como fazer... traficante = choça !
Agora não... coitadinhos dos pequeninos, que só esfaqueiam, traficam, roubam, dão tiros no polícia, enfim... são vítimas da sociedade ocidental de consumo!

Pedro disse...

Não será fósforos? Com ph, evidentemente.

Gi disse...

E era analphabeta de instrucção, que faria se não fosse. ;)

Majo disse...

AI CAREDO! Uma traficante de soporíferos de fabricação clandestina na minha terra???

Mas que fique bem claro: eu não conheço qualquer descendente da moça... até porque não sou de Castelo do Neiva... sou de outra freguesia... a 15 km... :P

A.Bastos disse...

Cara D. Diabba... gostaria de fazer um 'piquêno' reparo. A dita cidade de que fala, tem bem mais 'bandeiras' do que a tal lagartixa que aparece num emblema dum clube, e que apenas nos anos 80 alguém se lembrou de lhe chamar dragão (mesmo que a tal lagartixa lá estivesse há muito tempo sem ninguém reparar)!
Chamar a essa antiga, mui nobre, sempre leal e invicta cidade como sendo 'do dragon' faz ferver o sangue de qualquer Glorioso, assim como calculo que faça o de qualquer boavisteiro, salgueirista, etc, etc, etc...
É que um dia alguém se lembra de lhe chamar a 'cidade dos cabeçudos' ou 'dos andrades' e grande parte da população local tem de enfiar carapuças que não lhe são devidas.
Quanto à Cadeia da Relação, ficou bem gira, não ficou (agora é o Centro Português de Fotografia).
Cumprimentos

korrosiva disse...

Está com um ar descontraido na foto.. já tinha sido presa quantas vezes??
ehehhehehhe

Teté disse...

E porque é que mantiveram a cela da Zulmira incólume a essa fúria restauradora? Por ser a mocinha mais nova que passou por lá, ou será que era uma verdadeira sénior ao pé dos restantes companheiros de cela?

Numa das escolas onde esteve o meu filho havia para lá um terrorista, que além de traficar droga, ainda organizou um gang que assaltava os alunos dentro da própria escola, que atemorizava os professores, um dia ainda deu uma sova no porteiro já velhote. A polícia ia lá detê-lo, no mesmo dia ou no dia seguinte já estava cá fora. Nunca se ouviu sequer falar na hipótese de o meterem num reformatório. E este génio do crime tinha 16 anos e ainda andava no 6º ano. O que é que os belos dos profs fizeram? Pois, passaram-no para o 7º ano, para o transferirem para outra escola...

Beijocas enxofraditas...

Rita disse...

Eu gosto particularmente do nome da mocinha Zulmira Ribeiro ou Zulmira Gonçalves, não tinha bem a certeza...
Jokas

Rita disse...

Podiam ter posto Zulmira Ribeiro AKA Zulmira Gonçalves era mais in...
Jokas

Rafeiro Perfumado disse...

Cá para mim querias era o contacto da Zulmira, para comprar uma dose e amansar a Flor...

Plágio encapotado. Ler post de 10.Abril.2011.