sexta-feira, maio 14, 2010

Gratidão


Há umas raras almas, que me fazem acreditar que ainda há humanos cujo altruísmo não conhece limites. Hoje estou feliz.

Porque um homem, grande artista nacional, reconhecido a nível internacional, deu algo de seu, em troca de nada. Não tenho palavras suficientes que demonstrem a minha gratidão.

Muito obrigado, Senhor Carlos Alberto Santos, mesmo.

Nota: Será que a humanidade não está, completamente, perdida?

7 comentários:

Bongop disse...

E a minha gratidão ainda é maior que a tua!!
:P
E também estou grato à minha Diabba por ter tratado deste assunto desta maneira tão entusiasta!
Amo tu!
:*

Gio disse...

Parabens! Adivinho que em Beja vais aparecer disfarçada de Zakarella. :)
beijo

caditonuno disse...

já cá estou de volta à blogosfera. ainda não morri! quando quiseres passa pelo meu cantinho que já tenho lá novidades.

até um dia destes.

AEnima disse...

Nao conheco.. depois explicas?

refemdabd disse...

AH CATANO...é desta que eu vou ter uma estátua da Zakarella...É DESTA!
Por isto, e por muito mais, também quero deixar aqui um sentido abraço ao Senhor Carlos Alberto Santos (como diz a música do "violino num telhado": se eu fosse um homem rico...teria uma pancada de originais deste senhor...áh teria, teria!). Parabéns a vocês.

Diabba disse...

Refém,
cum escafandro... pensei que só eu gostava do filme "um violino no telhado", e eu até nem gosto de musicais.
No futuro quem sabe?? Talvez haja uma Zakarella em estátua, dá-nos tempo!

João Amaral disse...

É só para deixar uma muito pequenina homenagem a esse Grande Senhor da nossa BD e ilustração que se chama Carlos Alberto. É de facto um Senhor, em todos os sentidos do termo.

Plágio encapotado. Ler post de 10.Abril.2011.