sexta-feira, abril 22, 2011

Vai para o cesto da gávea


Segundo a Academia Portuguesa de Letras, "CARALHO" é a palavra com que se denominava a pequena cesta que se encontrava no alto dos mastros das caravelas (navios antigos, usados nos descobrimentos) e de onde os vigias perscrutavam o horizonte em busca de sinais de terra ou de algum navio pirata.



O CARALHO, dada a sua situação numa área de muita instabilidade (no alto dos mastros), é onde se manifesta com maior intensidade o rolamento ou movimento lateral de um barco.


Também era considerado um lugar de "castigo" para aqueles marinheiros que cometiam alguma infracção a bordo. O castigado era enviado para cumprir horas, e até dias inteiros, no CARALHO e quando descia, ficava tão enjoado que se mantinha tranquilo por um bom par de dias.


Daí vem a célebre expressão: "MANDAR PARA O CARALHO".


CARALHO é a palavra que define toda a gama de sentimentos humanos e todos os estados de ânimo.


Quantas vezes, ao apreciar uma coisa que é boa ou que te agrade, não exclamaste isto: "É DO CARALHO"!


Se te aborreceres com alguém, vais mandá-lo para o CARALHO, certamente!


Se algo não te interessa, não vais querer "NEM POR UM CARALHO".


Mas, se esse algo te interessa muito, então vais dizer..."É DO CARALHO".


Também são muito comuns as expressões:


Essa... "É BOA PRA CARALHO".


Esse gajo... "É DO CARALHO".


Esse lugar... "É LONGE PRA CARALHO".


IIIHH CUM CARALHO


E não há nada que não se possa definir, explicar ou enfatizar, sem se juntar um CARALHO a qualquer expressão.


Se um comerciante se sente deprimido pela má situação actual de seu negócio, exclama, quase sempre assim:


"VAMOS TODOS PRÓ CARALHO"!


Quando se encontra alguém que há muito tempo não se vê, pergunta-se: "ONDE CARALHO TE METESTE?"! (aqui, CARALHO é usado como vírgula).


A partir deste momento poderemos dizer CARALHO, ou mandar alguém para o CARALHO, com um pouco mais de cultura e autoridade académica.


E que tenhas um dia muito feliz, ou seja: Que tenhas um dia do CARALHO!!!

Nota: texto retirado daqui .
Nota2: Os plagiadores que vão todos para o Cesto da Gávea!!



11 comentários:

MSP disse...

Odeio ladies a dizerem palavrões!!!!

Diabba disse...

MSP,
Nunca me ouviste dizer nenhum. Também não gosto de ouvir, nem de dizer... mas há alturas... uiiii
]:-D

Teresa disse...

Explica-me essa de o palavrão (que me recuso a dizer, quanto mais a escrever, nem com aquelas coisas parvas de @, & ou %) funcionar como vírgula, porque não faz qualquer sentido.

Diabba disse...

T,
Como está na nota, o texto não é meu, fiz copy/paste, achei-lhe piada, apesar de não ser dada ao uso deste tipo de palavra.
Quanto à "virgula", acho que ele quis dizer "pausa" para dar enfase ao "onde (pausa) te meteste?", como quando pronunciamos as coisas silaba a silaba.
beijo d'enxofre

Teresa disse...

Mesmo que seja com esse sentido de pausa, continua sem fazer qualquer sentido. :)

É curioso, o meu Cândido de Figueiredo (uma bíblia!) não regista o palavrão, apenas uma derivante acabada em "eta", que explica ser um provincionalismo beirão para malagueta.

Beijos!

Teresa disse...

P.S. Cheira-me a esturro e a invenção quanto à obscenidade. Consulta isto:
http://www.ciberduvidas.com/pergunta.php?id=28843

Diabba disse...

Está visto que isto do Cesto da Gávea ter outro nome... é mito urbano.

Mas já agora o post fica, pode ser que também leiam os comentários. hihihihi

enxofre

Charmoso disse...

Foda-se!! Caralho de post!

tronxa disse...

ha ja uns bons meses que recebi um mail igalinho, pelo que me sinto quase uma expert em cestos de gavea!!

e, ao contrario de ti, uso-o algumas vezes, tanto para dentro como pela boca fora!!

:D

bjnhsssssss

ψ Psimento ψ disse...

Por acaso já conhecia a origens etiológicas da palavra mas o texto está muito interessante eheheh. Fez-me lembrar uma amiga minha cuja frase de marca é: “Ide, ide todos para o caralho”!! ;)
Beijos

Alien David Sousa disse...

LOL
Nunca pensei vir a aprender tanto sobre o caralho, obrigada diabinha.

Beijinhos venenosa cor de labareda

Gostei do teu P.s 2 ;)

Plágio encapotado. Ler post de 10.Abril.2011.