terça-feira, junho 22, 2010

F.A. (fumadora anónima)

É um vício do catano, que larguei há uns 7 anos. Não, podem parar, fiquem já quietos, larguem os telefones, e os contactos de mail… não tenho nenhum remédio secreto para largar o vício.



Costumo dizer que “foi um presente da minha filha”, e foi, enjoei o tabaco quando engravidei. (hihihihi duvido que boceses, os gaijos, consigam este tipo de enjoanço)


Mas é um vício tramado, 7 anos passaram, e ainda me apanho, de vez em quando, a pensar em fumar um cigarro. Claro que o não faço, porque se o fizer (conheço-me) não largo, e eu tentei fazê-lo umas boas 10 vezes ao longo de (fazendo contas pelos dedos) uns 25 anos. Não vou desaproveitar este presente fabuloso da diabbita-minorca.


Por isso mesmo, admiro quem, sem gravidez à mistura consegue deixar de fumar. Mas confesso que não percebo quem retoma o vício, pois largando durante um ano, dois, quatro ou dez, não há motivo para retomar, é burrice, pura e dura. Pensam em tabaco? Pois… temos pena, eu também penso, mas daí a pegar-lhe de novo é bacoquice. (isto para não dizer nada pior)


Mas só vos digo uma coisa, ainda bem que eu nunca experimentei “cenas” muito maradas, era diabba para não conseguir sair…

Nota: Sim, eu sei, alguns dos amigos reais que me lêem, nem me imaginam a pegar num cigarro. ]:-)

12 comentários:

ψ Psimento ψ disse...

Não fumo muito, uns 3 ou 4 cigarros por dia no fim das refeições, de um café ou quando estou mais stressado. Talvez deixe um dia, para já necessito deste pequeno ritual. De qualquer modo tens os meus parabéns. Interessante será quando tiver um paciente que me procure para deixar de fumar e depois me veja a mim a fumar… Beijos

Diabba disse...

Psi,
não vais fumar durante o atendimento, pois não??
Serás o caso "olha para o que eu digo, e não para o que eu faço" hihihihi

Bongop disse...

Bem, pelo menos eu não sou o gajo da figura! Não tenho pelos no peito...
:*

Teté disse...

Pois, não enjoei nem com a gravidez do filhote, embora na altura me forçasse a fumar muito menos, para não o prejudicar!

Pelas minhas contas já lá vão 38 anos de vício, embora fume menos actualmente, deixar de todo está fora de questão. Daí ter imensa admiração de quem o consegue mesmo!

Beijocas enfumadas!

Imperator disse...

eu decidi deixar de fumar à 3 anos e tal...

na véspera de fazer os 30 anos, e assim comecei a versão 3.0 de forma mais saudável.

comecei com pastilhas e depois arranquei um siso que inflamou e pronto... que se lixem as pastilhas (os cigarros nunca mais toquei) e tudo o mais pois a única coisa que queria era comprimidos para as dores... andei um bocado... tá-se bem (foi chato para a preparação da agregação).

com isto já lá vão 3 anos e tal, bem que quando à jantaradas a vontade é alguma mas tenho aguentado tranquilamente :-)

e assim me quero manter... afinal qual é a piada de fumar imposto...?

Vício disse...

tanto paleio só por teres deixado (recuso-me a falar em vício) o tabaco?
eu faço isso varias vezes ao dia!

Visitante disse...

Diabbreta:

Desde o dia 15 de Junho de 1987 (há 23 anos, portanto) que deixei de fumar.

Foi de um dia para o outro.

Quem lidava comigo diariamente (família, colegas de trabalho e colegas de conjunto), teve de me aturar durante várias semanas...

Durante muitos anos (e ainda hoje acontece), se sonho que estou a fumar, acordo com a sensação de ter fumado um maço inteiro.

O vício domina-se, não se elimina.

Por isso, mais vale deixares estar os cigarrinhos onde estão: dentro dos maços e das máquinas de venda de tabaco.

Beijinhos de aguarrás
Visitante

Bongop disse...

Bom... isto tornou-se numa sessão de "Fumadores Anónimos" mesmo...

(Que é feito do Inferno fumegante?)
:P

Amo tu!

Rita disse...

Eu deixei de fumar três meses antes de engravidar e não foi só a pensar nisso foi mesmo porque me apeteceu e embora depois de a D.Rf ter nascido eu ainda tivesse fumado uns cigarritos em jantaradas e assim desde a Táta nem isso acho que há 5 anos que não toco mesmo num cigarro e confesso que não me custou. O factio de o Sr. Marido não fumar também ajuda muito...
Jokas

Rafeiro Perfumado disse...

Eu não chamaria burrice ao acto de deixar o Vício e depois voltar, chamar-lhe-ia antes experimentar coisas alternativas...

Alien David Sousa disse...

Como o mérito foi todo da minorca, não te ofereço os meus parabéns...bem venenosa, até tens algum mérito; não teres voltado a cair. Eu estive 4 meses sem fumar e numa saida à noite peguei num cigarro e foi até hoje! :/

Beijinhos diabinha cor de labareda

.I. disse...

Impotência sexual... uuuuuu! (pelos vistos, a morte não é dissuasão suficiente)

Plágio encapotado. Ler post de 10.Abril.2011.