domingo, novembro 14, 2010

Coisas e loisas

Este fim de semana exagerei, fui ver dois filmes. Um como convidada e o outro paguei o bilhete.



Não quero ser indelicada e morder a mão que me ofereceu o bilhete, e por isso nem vou dizer que filme fui ver, (adivinhem) digamos que, do todo… gostei da música. A sério. (e para eu me ter focado na música, quem me conhece pode tirar boas ilações acerca do filme). Os meus quase 746 anos já não se compadecem com filmes para totós adolescentes.


E ainda tive a falta de sorte de os adolescentes que estavam na fila da frente terem comido castanhas (só podem ter sido isso), tal era o pivete que de vez em quando se sentia. Porra, cum escafandro, porcos sebentos, deviam ser obrigados a mergulhar em gás metano, a ver se gostavam.


Também reparei que, na generalidade, os adolescentes (eles e elas) não são amigos de banho, todos tinham os cabelos sebentos e baços. E todos usam uns óculos de massa medonhos.


Descobri, ainda, que o John Malcovich devia ganhar juízo e manter-se na área que domina, a representação, e deixar-te de parvoíces, como achar que sabe desenhar roupa. (não sabe sequer desenhar, e a roupa “desenhada”… oh balha-me a concorrência…), a exposição estava no Salão de Congressos do Estoril, onde também decorria o Estoril Film Festival.


Obrigado Hugo e Vidazinha, pela companhia, quer no filme quer no jantar. Têm que vir buscar as alheiras, que afinal não levaram.


Hoje, domingo, fui com a diabbita-minorca ver "Gru   – o maldisposto”, e… vim encantada. Bem feito, história facilmente entendível para o público a que se destina, com gags direccionados ao público minorca, e que os acompanhantes (vulgo adultos) também acham graça.


Mostra que afinal até os corações mais empedernidos podem amolecer. Até um cão feroz, e cheio de dentes, que por lá anda acabou por se render, ou se rendia ou era abraçado ainda mais vezes.


Recomendo. Eu fui ver a versão dobrada em português (até porque, temos óptimas dobragens, e os diálogos, e piadas, são adaptados à nossa realidade), mas podem sempre ver a versão original. Há em 3D e digital.





8 comentários:

Doris Marques disse...

E qual foi o filme do qual gostaste da musica?? Agora tou curiosa... :)
Quanto às castanhas por aqui acontece mais ou menos o mesmo, com a ligeira diferença que aqui, para além do cheiro do que ja comeram, também temos que aguentar o cheiro do que estão a comer: ele é sandes de carne assada, cerveja, hamburguers, batatas fritas e afins...para acompanhar a boa da surbeija...é uma beleza!!

Teté disse...

Ahahah, quando comecei a ler, pensei que não tinhas gostado do "Gru" e achei estranho! Não sei porquê, o "Gru" pareceu-me logo a tua cara! E também vi na versão portuguesa, que tal como tu acho que as dobragens actuais são muito boas e profissionais.

Quanto ao outro, ainda não vi, mas já ouvi alguém elogiar.

O "tio" Mal, pois, não vi a sua passagem de modelos, mas também concordo que as pessoas devem dedicar-se ao que sabem realmente fazer e não começar a inventar... :)))

Beijocas enxofraditas!

Vidazinha disse...

Aprovadíssimas essas alheiras, essas coisas para mim é que são comida gourmet.

Quanto ao Malkovich eu acho-lhe tanta graça que lhe perdoou essas aventuras.

tronxa disse...

esse do gru quero ir ver, agora o outro que foste ver, nao preciso que me digas qual é, porque nos proximos tempos nao estou a pensar ir ver mais nenhum!!

ehehehehe

bjnhsssssssssss a babar ca história das alheiras
:D

Alien David Sousa disse...

"até os corações mais empedernidos podem amolecer"

O teu? Duvido...mas pronto vamos fingir que é possível!


kisses diabazita cor de labareda

ψ Psimento ψ disse...

Eu adorei o Gru mas regra geral adoro todas as animações. Eu sei que dizes que mesmo má publicidade é publicidade mas podias dizer o nome do filme para não cairmos no erro de ir ver eheheh. Beijos :).

Madalena disse...

txiii, há quanto tempo que nao vou ao cinema... auhmmm...

beijo *

Rafeiro Perfumado disse...

Dois filmes no mesmo FDS? Isso é coisa para lixar o orçamento, jove, especialmente se não levares as pipocas de casa. Tentei várias vezes ver o "mal-disposto" mas só havia versão dobrada, e não estava para aturar adolescentes borbulhentos.

Beijoca!

Plágio encapotado. Ler post de 10.Abril.2011.