sábado, abril 05, 2008

Coprólitos

A descoberta mais importante da história foi feita numa caverna em Oregon, USA.

Vá pronto, estou a exagerar, é capaz de não ser uma descoberta muito importante, ou até, se calhar, é uma descoberta de merda mas, Tom Gilbert (investigador da Universidade de Copenhaga), considera que é uma descoberta muitooooo importante.

Vejamos:

Na tal caverna em Oregon, os investigadores liderados pelo Tom Gilbert, descobriram o
“excremento humano mais antigo do mundo”, e a partir do coprólito foi possível retirar ADN típico dos indigenas modernos!

Diz o Tom que o aspecto da poia é assim a modos que
“com uma textura semelhante à de uma bolacha”... ahhhh mas que pensamento poético.

Nunca mais trinco uma bolacha!

12 comentários:

" JOTA ENE ® " disse...

Agora é k nao vou largar as bolachinhas, essa na figura cheira-me mais que é integral.

Em nota de rodapé dir-te-ei que ainda não desisti de saber as dimensões da pila da minhoca?

Bjos fotografados ;-)

" JOTA ENE ® " disse...

... queria dizer do "minhoco", nessa época ainda não se falava da transexualidade, quer-me parecer.

Bongop disse...

É uma bosta histórica!
Não há muitas bostas que se possam gabar de ir parar a um museu !

Diabba disse...

J,
começo a achar que, realmente, tens uns gostos um tanto ou quanto esquisitos!
Quanto à pila do pinhoco, vais ter que pegar num e verificar por ti mesmo, que eu não sou diabba de andar a ver minhocas alheias.

Bongop,
é verdade, não há muitas bostas a irem para o museu. Verifico que a grande maioria vai parar ao governo! hihihihi

Teresa disse...

Mas olha lá... tu agora especializaste-te em notícias bizarras? LOL!

Beijo grande.

Rafeiro Perfumado disse...

Quer dizer que o orifício da peidola já teve uma forma diferente? É que para sair parecido com uma bolacha, espero que ao menos não descesse na horizontal...

Vício disse...

será que na época vinha embalada em pacotes?

CoRa disse...

Ahahahaha
A que género de pensamentos tu nos levas, ó diabbita. Fiquei aqui a pensar se não seria o caso de ser um cocosito feito por um idoso que já não segurava bem as necessidades e por estar nas calças sentou-se sobre ele... e aí talvez a explicação para o formato "bolacha". Fezes raras de museus valem fortunas, será? Perigo se tratam de guardar as mais bizarras pra venderem no futuro, aiaiai... ;)

Ninica disse...

E eu que até gostava de bolachinhas...tens uma capacidade de estragar os gostos das pessoas pá....
beijo

Rita disse...

Respondendo ao Rafeiro, era tipo mealheiro mas ao contrário..
Jokas

Diabba disse...

T,
Ahhh no Inferno tenho um canal especial ligado a gente esquisita. Mas tens razão, já começa a ser um bocadinho demais.

Kanito,
Eu disse que o aspecto era o de uma bolacha, mas o Tom refere-se à textura. Portanto não é formato de bolacha é textura de bolacha.
Já estavas com pensamentos de m...da!!

Bício,
Sei lá, mas há cientistas que, certamente por falta do que fazer, se dedicam a fazer investigações assim...

Cora,
Atenção, respeitinho, estamos a falar de um fóssil!
Se bem que há velhinhos que são umas autênticas múmias.

Ninica,
Eu??? Os cientistas, moça, os cientistas! E ouvi dizer que alguns usam os coprólitos como pisa papeis, portanto quando vires algo parecido com pedra-pomes tu não lhe pegues... just in case.

Rita,
Serviria de rolha então!

AEnima disse...

Já te estou para perguntar isto à séculos... que jornais lês tu para teres informações destas tão... interessantes... como as que aqui postas????

Plágio encapotado. Ler post de 10.Abril.2011.