domingo, abril 20, 2008

Hã?


«A repetência, ou o chumbo, é o elemento mais facilista do sistema educativo» esta frase enigmática, mas certamente cheia de sabedoria (digo eu, que nem sequer percebo a frase) foi proferida pela Ministra da Educação - Maria de Lurdes Rodrigues - que ainda acrescentou mais umas pérolas: “o aluno está com dificuldades, fica ali num canto da sala e no final do ano repete. Isso é o que há de mais facilitista no nosso sistema». E o que é pior, diz, é que no ano seguinte não aprende, «pelo contrário, desaprende»

Pois claro, como é que nunca ninguém pensou nisso? Agora percebo porque é que os adultos de hoje, são todos afectados da moleirinha! É que, no tempo em que esses adultos andaram na escola, tinham que estudar à séria, para não correrem o risco de chumbar, e isso perturbou-os, fê-los “desaprender”!

Srª Maria de Lurdes, é ao contrário!! Os alunos que se esforçam para não chumbar, e que estudam com afinco, desmotivam ao verem os cábulas a passarem de ano com a mesma facilidade que eles. Isso sim desmotiva!

Ahhhh
(luz, fez-se luz) é isso que pretende? “Em terra de cegos quem tem olho é rei”, não é? Não quer concorrência, não vá aparecer alguém que lhe faça perigar o lugar de Ministra, é que, realmente, gente competente já não abunda, precisamente porque obriga os professores a fazerem o que não é natural: a “passarem” os alunos que apesar de estarem no 7º ano, deveriam estar ainda na 1ª classe.

Nunca se ouviu dizer que maçãs podres se transformassem em maçãs saudáveis, só porque estão numa linda cesta.

Já agora, se o objectivo é não perder tempo, porque é que não projecta aí nesse seu cérebro iluminado, a entrega de diplomas onde se ateste a feitura do 12º ano, aos bebés, no momento em que saiem da maternidade? Pouparia imenso tempo e dinheiro, pense só no que deixaria de pagar a esses trastes de professores que não servem para nada, e há ainda alguns que se atrevem a recomendar a “retenção” deste ou daquele aluno...

25 comentários:

Fernando Vasconcelos disse...

Esta afirmação se não fosse trágica teria piada. Como é possível?

" JOTA ENE ® " disse...

Maria de Lurdes ... só conheço uma, a empregada da mercearia da minha rua.

Bem simpática e apessoada!!!

Bjs fotografados

Pedro disse...

Chamar-lhe (apenas) burra é caridade.

Olá!! disse...

Boa avaliação Diabba, não podia estar mais de acordo...

Rafeiro Perfumado disse...

Eu logo vi que aquela sacana da professora de Investigação Operacional II só me queria lixar, então não percebia que eu só ia desaprender?

Belzebu disse...

Eu também chumbava a Lurdinhas! Mandava-a para o canto da sala na companhia de 4 imigrantes Senegaleses!

eheh!! Esta mulher é uma sumidade!

Aquele abraço infernal!

Bongop disse...

Áhá !
Foi por isso que eu não consegui ser médico !
Chumbei no 9º ano e desmoralizei completamente....

Van Dog disse...

:D

Van Dog disse...

A ver se o professor da escola de cães também lê essa informação. É que nós também ficamos traumatizados...

NunoSioux disse...

Em que escola andou essa senhora?

Acho qie a foto a ilustra bem!!!

Melões Melodia disse...

Assustador!
beijos

Actriz Principal disse...

Concordo plenamente com a tua brilhante ideia de dar loguinho os diplomas do 12º ano aos recém-nascidos, que é da forma que entram mais depressa para o mercado de trabalho, começam a descontar a garantem Seg. Social durante os próximos tempos.
Ai não têm conhecimentos? Não te preocupes, cada vez mais o pessoal não dá por ela, vai por mim!Bjs!

Rita disse...

Coitadinhos dos burrinhos, que na verdade não são burros são menos capacitados e se calhar até lhes convém ficar dois anos no mesmo para a coisa ficar mais "cimentada" ou então são pura e simplesmente calinas e não merecem de todo avançar com os outros...
Jokas

Bellatrix disse...

bem... por vários motivos abstenho-me de pronunciar a minha real opinião em relação à senhora em causa... Apenas digo que estou seriamente a planear mudar de profissão...

beijinhos

Gata Verde disse...

Quem é essa senhora? Há é essa...

beijo

tavguinu disse...

sem palavras !

com bicho disse...

Quem não se lembra da Alice-no-País-das-Maravilhas?A Ministra também,de facto gostou tanto da histórinha que agora que tem opurtunidade,a vai tentar impôr a todos os que só gostavam da do Lobo Mau. Aqui não se trata de personagens de uma qualquer história,mas sim de uma geração de pessoas reais.

vsuzano disse...

pastilhas para os bébés já !!!!!!!!!!!!

PS: e já agora eu queria uma também.... existe tanta, mas tanta coisa que eu queria aprender a fazer...hehehehe

Minerva McGonagall disse...

essa gaja sai-se com cada uma...

--Poesia Esfarelada-- disse...

Chamar-lhe de burra? Que gentil da sua parte! Essa cretina deveria voltar a ter educação básica! Mas não somente aquela educação adquirida na escola, aquela que vem de casa! De onde ela pode ter tirado tamanha falta de bom senso?!

Oi, acabei caindo aqui no seu blog e por motivos e detalhes, gostei mesmo!
Voltarei sempre que possivel!

a casa da mariquinhas disse...

Olá
Paasei aqui por acaso, e resolvi entrar. Foi o melhor que fiz.
Este último post está espectacular!
No meu blog tenho publicado muitas coisas sobre Educação. É um assunto que me apaixona.
Vi mais 3 ou 4 posts, andando para trás...Nota 10! Gostei mesmo! Parabéns.
E, já agora, parabéns também à sogra. O quadro é lindo...
Vou voltar com mais tempo. O que vi aguçou-me o apetite.
Beijos
Mariazita
Visitar A casa da Mariquinhas é sentir uma lufada de ar fresco. Confirme, e deixe comentário

Alien David Sousa disse...

Querida venenosa, desta vez estamos em sintonia:

"a feitura do 12º ano, aos bebés, no momento em que saiem da maternidade?"

Isto que escreveste, eu disse algo muito semelhante noutro blog. Não era logo à nascença...mas era tipo logo no 7 ano.Para eles não terem mais preocupações,coitaditos.

Enfim, isto é uma palhaçada.

Um beijinho diabinha cor de labareda

White_Fox disse...

Mais uma vez a senhora demonstra que não bate bem da cabeça. Agora não restam mesmo dúvidas...

Maria do Consultório disse...

Ai, Diabbita linda, mais baixota do que eu:

Eu já disse ao Eskisito que, se um filho nosso vier com conversas de querer vir a ser professor, leva uma traulitada na mona.
Beijo

Anónimo disse...

Por motivos mais que óbvios não me vou identificar como pessoa, apenas a nível profissional.
Sou Formador do IEFP na área das Tecnologias de Informação. Alem de ser mal pago (15 euros/hora), de estar a recibos verdes mais ou menos a três anos, levo com alunos expulsos do sistema de ensino normal (Básico e Secundário) e que ali recebem a ultima oportunidade de conseguir receber alguma educação.
O que só por si seria de louvar, viva o IEFP e os milhões que a CEE manda para lá.
O que a seguir descrevo aconteceu em aulas por mim leccionadas:

Caso 1

Um aluno todos os dias chegava com hora e meia de atraso. Ao fim de uma semana disse-lhe que não podia entrar na aula e que iria apresentar uma sanção disciplinar a coordenadora do curso ( a figura correspondente a Directora de Turma).
Resultado o dito aluno saca de uma arma 9mm automática e diz: faz lá isso a ver se não te Fodo já os cornos. Sinceramente não sei bem o que me passou pela cabeça, sei que o aluno levou com um caixote do lixo daqueles de ferro na cabeça, ficou desmaiado e levou 13 pontos na cabeça.
Quanto a mim levei uma repreensão escrita e aguardo o resultado do processo que o mesmo aluno me resolveu por em tribunal.


Caso 2

Uma aluna, que a meu ver tinha todo o potencial para se “safar” desta vergonha de cursos, pediu-me explicações para tentar apanhar os colegas, visto que a mesma tinha entrado 2 meses mais tarde para o curso.
Resultado fui acusado de tentativa de pedofilia pelo pai da menina.
A minha sorte foi que as explicações eram com outra turma, porque se fossem apenas com ela, a esta hora estava a fazer companhia ao BIBI ali para os lados da cadeia de Lisboa.

Caso 3

No final do módulo, entendi por bem chumbar 5 alunos em reunião de avaliação.
Note-se que falo de alunos que respondem num teste que o MS-Dos é um sistema operativo em ambiente gráfico.
No fim da reunião foi chamada a directora para validar as notas.
Vira-se para mim e diz esta pérola: Segundo as directivas da secretaria de estado, não pode chumbar estes alunos, porque se todos o fizermos corremos o risco de não cumprir os níveis de alfabetização estatísticos com os quais o nosso Governo se comprometeu com Bruxelas.
Resultado: alteraram as notas administrativamente.

Podia dar muito mais exemplos, mas só por aqui penso que já ficam com uma ideia do estado da nossa educação.

Plágio encapotado. Ler post de 10.Abril.2011.